Metodologia

O Centro Glass de Idiomas oferece o que há de mais avançado e moderno no que se refere a métodos de ensino há mais de 20 anos. A instituição abandona a maneira ortodoxa de exposição de conteúdos, em que se privilegia a repetição de estruturas de forma exaustiva e excesso de gramática. A nossa metodologia tem como princípio o ensino holístico da língua, seguindo a ordem natural de aquisição da linguagem. As nossas lições são desenvolvidas de forma a contemplar os diferentes canais de aprendizagem do aluno: visual, auditivo e sinestésico.

Entende-se que cada aluno deve ser tratado de forma individualizada, uma vez que cada um tem um estilo único de aprendizagem. Dessa forma, o ritmo e a necessidade da turma estabelecem a forma com que as aulas são conduzidas pelo professor.

A carga horária das turmas pode ser de três ou quatro vezes por semana de modo que o aluno tenha uma exposição regular durante a semana, facilitando assim a aquisição do idioma.

O processo de aquisição da segunda língua é semelhante à aquisição da língua materna. Assim, quanto mais nos aproximamos da maneira que a criança aprende, mais fácil ele fica. Inicialmente, os alunos são estimulados a vivenciarem a linguagem concreta do dia a dia, assim como as crianças são nos seus primeiros meses de vida. Neste momento, ainda não é introduzida a gramática de forma explícita, mas estruturas curtas, completas e contextualizadas através do TPR (Total Physical Response) com simulações de diversas situações concretas em sala de aula. Além disso, são incluídas pequenas histórias, poemas curtos e jazz chants (músicas ritmadas em que os alunos praticam estruturas completas e significativas). As aulas são bastante dinâmicas e também são apresentados atividades e jogos que estimulam a memória e o uso da criatividade, que são de fundamental importância no processo de aprendizagem de um outro idioma.

Nos níveis seguintes, utilizamos o Task-based approach, cujo principal objetivo é que os alunos produzam e apresentem um determinado projeto ou atividade utilizando o inglês durante o processo, assim como na apresentação final. A gramática surge, então, à medida que o professor detecta problemas nas apresentações dos alunos. Assim, o professor consegue aproveitar melhor o tempo de exposição dos alunos em sala de aula.

De forma geral, as nossas aulas refletem os seguintes princípios:

  • as atividades focalizam primeiro a capacidade de ouvir e ler para depois incentivar a capacidade de falar e escrever;
  • o conhecimento sobre a língua (a sua estrutura, gramática) deve ser desenvolvido somente quando os alunos estiverem capacitados a produzi-la (lembre-se de que nós só estudamos a nossa gramática quando vamos para a escola e, a esta altura, já falamos nossa língua materna razoavelmente);
  • os alunos iniciantes devem ser expostos à linguagem concreta;
  • o ritmo de cada aluno / turma deve ser respeitado;
  • ênfase no desenvolvimento de extenso vocabulário desde as primeira aulas.

Todos os professores da Glass School são capacitados a realizarem os princípios básicos que regem a nossa filosofia de ensino. Semanalmente ocorrem treinamentos com a professora Daisy Glass a fim de ler artigos relevantes, discutir e compartilhar experiências.